Weby shortcut

Nomes próprios

Atualizado em 02/10/19 13:49.

Em geral, utilize o nome e o sobrenome pelo qual a pessoa é conhecida ou prefere ser chamada: Ofir Bergemann (e não Ofir Bergemann de Aguiar), Giselle Ottoni (e não Giselle Ferreira Ottoni Cândido).

Exceção!
Biografia e obituário, quando se escreve o nome completo.

Quando houver oportunidade, pergunte ao entrevistado de que forma ele quer seu nome escrito no texto.

Em caso de entrevistado ocasional (um professor, um estudante, o participante de um evento), use o prenome e de um a dois sobrenomes: Gilberto Avelar (e não Gilberto Macedo de Souza Avelar), Marina Garrido (e não Marina Camargo Faria Garrido). Como regra geral, utilize o prenome e o último sobrenome.

Atenção ao prenome composto: Marco Aurélio Lemos (e não Marco Lemos), Ana Carolina Horta (e não Ana Horta). A exceção fica por conta de supressão requerida pelo próprio entrevistado: Aparecida Rodovalho (e não Aparecida Rosana Rodovalho, caso ela mesma tenha pedido para suprimir o segundo nome).

Ver REITOR E VICE-REITORA.